Catalunha doa 290 mil euros ao programa de distribuição global de vacinas contra a COVID

O governo da Catalunha colaborou com 290 mil euros para o programa COVAX, cujo objetivo é trabalhar por uma distribuição equitativa e justa de vacinas contra a COVID. Assim, a Catalunha se junta aos 190 países que participam da iniciativa.

Vale a pena ler: Barcelona se candidata a sediar projeto europeu de resposta às emergências sanitárias

Colaboração pautada em resolução do Parlamento

A colaboração do governo da Catalunha tem por base uma resolução do Parlamento publicada em 10 de dezembro de 2020. Assim, conforme exposto no documento, “o Parlamento da Catalunha insta o governo a somar esforços para que a vacina ou a solução contra a COVID-19 seja considerada pela comunidade internacional um bem global comum do Patrimônio da Humanidade e, portanto, seja de acesso para todos os seres humanos”.

Uma solução global para um problema global

De acordo com a conselheira de Relações Exteriores do governo catalão, Victòria Alsina, “a pandemia da COVID-19 é um desafio global e, por isso, a solução também deve ser global”. Nesse sentido, a conselheira ressaltou que, embora o programa COVAX seja “ambicioso”, é “apenas uma parte da solução”, portanto, “são necessárias mais ações internacionais”.

A distribuição justa e equitativa da vacina ao redor do mundo também foi defendida por Josep Maria Argimon, conselheiro de Saúde do governo da Catalunha: “a COVID-19 é uma pandemia, e para conseguirmos uma imunidade de grupo, a vacinação deve ser global”, afirmou.

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha