Widget Image
01/08/2021

5 curiosidades sobre a Virgem de Montserrat, padroeira da Catalunha

5 curiosidades sobre a Virgem de Montserrat, padroeira da Catalunha

Neste 27 de abril, celebra-se o dia da Virgem de Montserrat, padroeira da Catalunha. Anualmente, milhares de peregrinos visitam a montanha de Montserrat, onde está situado o mosteiro da padroeira catalã, para participar das celebrações festivas e litúrgicas que marcam o dia (com exceção do ano passado, por causa da pandemia). Neste ano, com o avanço das vacinações e o leve relaxamento das restrições de movimentação na Catalunha, o hotel Abat Cisneros, cujo edifício foi construído em 1563 para abrigar os peregrinos, já registrava uma ocupação de 80% na noite de 26 de abril, e as reservas pela Internet e telefone para assistir à liturgia das 11h já estavam esgotadas.

Nesta matéria, o Aqui Catalunha apresenta 5 curiosidades sobre a Virgem de Montserrat, emblema religioso catalão venerado quatro dias após o 23 de abril, dia de São Jorge.

Vale a pena ler: Noite memorável de Sant Jordi na Associação Cultural Catalonia

Fundação do mosteiro de Montserrat

O mosteiro de Montserrat foi fundado no século XI (em 1025), e o responsável pela fundação foi o abade Oliba. Bastante frequentado pelos ermitãos, o mosteiro de Montserrat passou a ser, nos séculos XIV e XV, um dos centros religiosos mais importantes na Catalunha e na Europa. Séculos mais tarde, no período da Renascença Catalã, o mosteiro foi considerado o “santuário nacional catalão por excelência”.

Esse espaço possui três símbolos: a escultura da Virgem de Montserrat, os monges beneditinos e o coro litúrgico Escolania.

O coro litúrgico Escolania de Montserrat

Trata-se de uma das instituições musicais mais antigas da Europa. Criado no século XIII, o coro litúrgico Escolania de Montserrat é formado unicamente por garotos, que recebem formação acadêmica geral e, logicamente, uma formação musical. Em 2001, a secretaria de Educação do governo da Catalunha reconheceu o trabalho de formação integral do Escolania, e o considerou um centro educativo particular de ensino básico e artístico.

Os garotos que fazem parte do coro litúrgico cantam diariamente, e em dois horários: às 13h e às 19h (horário catalão). Para as pessoas que não podem assistir ao coro presencialmente, existe a opção de acompanhá-lo pela Internet, neste endereço. Abaixo, uma pequena demonstração.

 

 

A escultura da Virgem de Montserrat

A Mãe de Deus de Montserrat é representada por meio de uma escultura de cor escura. Por isso, a Virgem de Montserrat também é conhecida como A Morena. Essa escultura é quase tão antiga quanto o mosteiro: foi esculpida no século XII.

Pelo fato de seu dia comemorativo coincidir com uma época de grande floração, a Virgem de Montserrat é conhecida, também, como a Rosa de Abril, Morena da Serra. Precisamente, essa denominação é um fragmento de uma composição poética cantada conhecida como Virolai.

Virolai, um hino dedicado à Mãe de Deus de Montserrat

O cântico Virolai foi composto em 20 de fevereiro de 1880 pelo sacerdote e escritor Jacint Verdaguer, um dos principais representantes da Renascença Catalã. A composição de Verdaguer foi a vencedora de um concurso que celebrava o Ano Milenar de Montserrat. Nesse mesmo evento, também houve um prêmio para a melhor melodia que se adaptasse ao texto de Verdaguer. A melodia vencedora foi de Josep Rodoreda.

Virolai é uma canção muito significativa não apenas para os seguidores da Virgem de Montserrat. Durante o período franquista, Virolai era cantada no lugar do hino nacional catalão, Els Segadors, visto como elemento ilegal durante a ditadura. Por isso, a composição dedicada à Mãe de Deus de Montserrat é um símbolo espiritual e patriótico dos catalães.

Mais sobre a repressão contra o catalanismo: Sant Jordi e a origem catalã do Dia Mundial do Livro

A letra de Virolai começa assim (tradução focada no significado, desconsiderando as inversões de palavras e rimas utilizadas na versão original): “Rosa de Abril, Morena da Serra / da estrela Montserrat / ilumine a terra catalã / guie-nos rumo ao Céu“.

O significado do nome Montserrat

Montserrat é um dos nomes mais comuns na Catalunha. De acordo com o programa Catalunya Nit, da Catalunya Ràdio, existem 78 mil pessoas que se chamam Montserrat, e a maioria delas nasceu entre as décadas de 50 e 70 do século passado.

Em uma das publicações do Aqui Catalunha, explicamos que o nome Jordi, um dos mais comuns na Catalunha, tem origem grega, e significa “aquele que trabalha a terra”. E Montserrat? Conforme explica o portal Catalunya M’Agrada, a palavra Montserrat tem origem no latim, “serratu“, que significa “montanha serrilhada”. De fato, a formação da montanha de Montanha foi uma grande vantagem para os organizadores do evento Llum i Llibertat. Nesse evento, celebrado entre a noite de 30 de setembro e 1º de outubro de 2019, reivindicou-se a liberdade da Catalunha em meio à repressão espanhola. 131 picos da montanha de Montserrat foram iluminados em homenagem aos 131 presidentes da Catalunha.

Vale a pena ler: 131 picos de Montserrat serão acesos às vésperas de 1º de outubro

Referências úteis:

Colabore com o Aqui Catalunha
Com a sua doação, na quantia que desejar, teremos condições de melhorar o nosso serviço informativo e, portanto, de te proporcionar uma experiência única em nosso portal de notícias sobre a atualidade catalã.

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha

Produtos da CatalunhaLivros, jogos, roupas e acessórios

Suas compras permitirão que o Aqui Catalunha receba pequenas comissões, fundamentais para o nosso crescimento.