Widget Image
20/09/2021

131 picos de Montserrat serão acesos às vésperas de 1º de outubro

131 picos de Montserrat serão acesos às vésperas de 1º de outubro

Do início da noite de 30 de setembro até a chegada dos primeiros raios de sol em 1° de outubro, 131 picos de Montserrat estarão acesos em homenagem aos 131 presidentes da Catalunha. A iniciativa Llum i Llibertat (Luz e Liberdade), da associação Artistes de la República, também tem por objetivo reivindicar a liberdade da Catalunha em meio ao contexto de fortes ataques a direitos fundamentais. Inicialmente, o acendimento dos picos estava programado para os dias 10 e 11 de setembro, mas as más condições climáticas adiaram os planos. Neste próximo primeiro de outubro, o referendo de autodeterminação, marcado pela lamentável reação da polícia contra os eleitores, fará dois anos.

Notícia relacionada: Governo aprova folga de servidores públicos em 1° de outubro

Um chamado à unidade pela independência e liberdade

Em um momento marcado pela repressão do Estado espanhol ao independentismo, e prévio ao anúncio da sentença contra os líderes independentistas catalães, diversas têm sido as iniciativas em nome da “unidade estratégica” pela independência da Catalunha. De acordo com os organizadores, “é preciso que a busca por essa unidade esteja além dos interesses dos partidos”.

A associação Artistes de la República tem o apoio da ANC (Assembleia Nacional Catalã), da FEEC (Federação de Entidades Excursionistas da Catalunha) e da Òmnium Cultural. Para o acendimento dos picos, cerca de 150 alpinistas farão a escalada e permanecerão nos respectivos picos até o amanhecer, garantindo, assim, que as luzes dos faróis fiquem acesas durante toda a noite e madrugada. É previsto que sejam acesas às 20h30, e apagadas às 8h do dia seguinte.

O evento será registrado por fotógrafos e profissionais de gravação em vídeo. O material armazenado será utilizado na produção de um documentário, que deverá ser exibido em festivais de cinema e televisão. A associação organizadora também solicitou a vários poetas catalães que se inspirassem no momento da iluminação dos picos, e escrevessem poemas. Os textos servirão para a montagem de uma exposição.

Como a iniciativa prestará uma homenagem a todos os presidentes da Generalitat de Catalunya, também será aceso um farol em Waterloo, mais especificamente na chamada Casa de la República, sede do Consell per la República, entidade liderada pelo ex-presidente Carles Puigdemont, e que tem por objetivo internacionalizar a causa catalã. O atual líder do governo catalão, Quim Torra, escalará a agulha mais alta de Montserrat, a de Sant Jeroni, após o apagar das luzes. Esse foi o pico reservado ao 131º presidente catalão.

Colabore com o Aqui Catalunha
Com a sua doação, na quantia que desejar, teremos condições de melhorar o nosso serviço informativo e, portanto, de te proporcionar uma experiência única em nosso portal de notícias sobre a atualidade catalã.

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha

Compartilhar

Produtos da CatalunhaLivros e outros acessórios digitais

O Aqui Catalunha, em produção com Catalunha Letras, tem uma linha de produtos própria e digital. Confira!