Widget Image
01/08/2021

Medidas de incentivo ao uso do catalão chegam a partidos políticos da Catalunha Norte

Medidas de incentivo ao uso do catalão chegam a partidos políticos da Catalunha Norte

Neste domingo, 20 de junho, os cidadãos das regiões da Occitânia e da Catalunha Norte irão às urnas. Entre os vários compromissos que deverão ser assumidos pelos candidatos nas eleições, está o linguístico. Assim, a Plataforma per la Llengua, entidade que trabalha pelo fomento do uso da língua catalã em todos os âmbitos da sociedade, enviou uma série de medidas de incentivo ao uso do catalão aos partidos políticos que concorrerão às eleições regionais e às eleições departamentais francesas.

Vale a pena ler: Êxito da manifestação em Perpinyà em defesa da língua catalã

Quais medidas linguísticas foram enviadas?

Em nota publicada nesta sexta-feira, a Plataforma per la Llengua comunica que, entre as medidas linguísticas enviadas aos partidos norte-catalães, está a de “garantir a presença da língua catalã nas comunicações e sinalizações dos edifícios dos membros políticos”. Além disso, a ONG exige que os partidos “aumentem o financiamento destinado ao Escritório Público da Língua Catalã”, e um “maior número de cursos de catalão para os funcionários que trabalham para a administração”.

Recentemente, o Tribunal Francês derrubou a Lei Molac, que garantia a proteção às línguas minorizadas, como a catalã. De acordo com o Artigo 2º da Constituição da França, a língua francesa é “a única oficial no país”. Nesse sentido, tal como é explicado pela Plataforma per la Llengua, a legislação francesa proíbe requerer aos trabalhadores que conheçam outra língua para exercerem um cargo no funcionalismo público. Assim, a ONG solicita aos partidos políticos norte-catalães que “o conhecimento da língua própria da Catalunha Norte conte como um mérito no momento da candidatura a um cargo público”.

Vale a pena ler: Plataforma per la Llengua ativa plano para aumentar o uso do catalão entre jovens

Mais compromissos com a língua catalã

A lista enviada pela Plataforma per la Llengua exige outros compromissos linguísticos por parte dos partidos políticos norte-catalães. A “abertura de novas escolas imersivas” e o “aumento de aportes econômicos para as que já existem” também estão na pauta de exigências da ONG.

Em relação ao Conselho Departamental dos Pirineus Franceses, ente administrativo que inclui a Catalunha Norte, a Plataforma per la Llengua exige que a carta a favor do catalão do Conselho Departamental, de 2007, seja aplicada em sua totalidade. Finalmente, na mensagem enviada ao Conselho Regional da Occitânia, a ONG exige a aplicação de medidas para melhorar a situação do catalão em todos os âmbitos da gestão pública, e que, ao fim da próxima legislatura, o ensino da língua catalã na educação secundária pública tenha sido garantido.

Vale a pena ler: Por que a União Europeia não reconhece o catalão como língua oficial?

 

Colabore com o Aqui Catalunha
Com a sua doação, na quantia que desejar, teremos condições de melhorar o nosso serviço informativo e, portanto, de te proporcionar uma experiência única em nosso portal de notícias sobre a atualidade catalã.

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha

Produtos da CatalunhaLivros, jogos, roupas e acessórios

Suas compras permitirão que o Aqui Catalunha receba pequenas comissões, fundamentais para o nosso crescimento.