Plataforma per La Llengua denuncia castelhanização da TV catalã

Em nova campanha pela defesa da língua catalã, a ONG Plataforma per La Llengua denuncia castelhanização da TV3, a televisão pública da Catalunha. A iniciativa, que pode ser vista no portal canvia.cat, exige que o diretor da TV3 “abra mais espaço para conteúdos infantojuvenis em catalão“, atendendo, assim, à “missão de difundir e promover a língua catalã”.

Notícia relacionada: Disney Plus não inclui a língua catalã em seu catálogo de filmes

Cada vez menos conteúdos em catalão na TV3

De acordo com a reivindicação publicada no portal canvia.cat, a presença da língua catalã na TV3 tem diminuído de forma “grave”. Alguns dos principais programas da Televisió de Catalunya, como Polònia, APM?, FAQS e a recente série Drama, são alguns dos exemplos da “preocupante diminuição do uso do catalão”.

A mensagem escrita pela Plataforma per La Llengua também acusa o diretor da TV3 de “deixar de lado” alguns dos princípios fundamentais da TV3 e sua missão: “difundir e promover a língua catalã, como também é especificado no regulamento da CCMA (Corporacão Catalã de Meios Audiovisuais)”. Segundo a ONG, “tem sido dada a preferência a colaboradores que se expressam em espanhol na TV3, quando poderiam optar por quem se expressa em catalão”.

Soluções e maior incentivo aos programas em catalão para jovens

Plataforma per La Llengua também argumenta que “é possível que uma parte do público esteja sendo deixada de lado por não entender a língua espanhola”, como “pode ser o caso dos cidadãos da Catalunya Nord“. De acordo com a entidade, esse problema também pode ser dos catalães residentes no exterior que “não sejam competentes no castelhano”.

Uma das soluções propostas pela ONG é a “inclusão de tradução simultânea nos casos em que os convidados, ou mesmo os colaboradores dos programas, não entendam a língua catalã”. Outra proposta é a “inserção de legendas”.

Por último, Plataforma per La Llengua reivindica “uma maior e melhor presença de programas feitos para crianças e adolescentes”. Segundo a ONG catalã, “ficou demonstrado, nos últimos anos, que o público jovem entende o catalão, e não tem nenhum problema para consumir produtos audiovisuais nessa língua”. Como exemplos de sucesso, a entidade citou a renomada série Polseres Vermelles, e as dublagens de animes, os desenhos japoneses.

A notícia apresentada em nota

Traduções para o catalão, o inglês e o espanhol

Esta notícia foi traduzida, de forma automática, para as línguas catalã, inglesa e espanhola. Aos poucos, a nova equipe de edição e revisão do portal Aqui Catalunha se encarrega de editar e aperfeiçoar as traduções.

Leitura sugerida: Cataversum, novo canal de ensino de catalão para brasileiros

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha