Widget Image
21/09/2021

Após simulação, astrofísica catalã diz como seria viver em Marte

Após simulação, astrofísica catalã diz como seria viver em Marte

Com apenas 25 anos, a astrofísica catalã Mariona Badenas foi a primeira representante da Ciência na Catalunha a comandar a missão internacional Mars Society. A jovem, nascida em Barcelona, passou três semanas em uma pequena base situada em um deserto dos Estados Unidos, onde pôde ter a experiência de como seria viver em Marte.

Notícia relacionada: Investigadores catalães fazem descoberta sobre estrela de Barnard

Mariona Badenas e o sonho de ser astronauta

Mariona Badenas, imagem de sua conta no Twitter

Mariona Badenas, imagem de sua conta no Twitter

A carreira da jovem cientista teve como principal impulso sua paixão pelas estrelas. Em 2012, aos 17 anos, Mariona participou do programa de pesquisas RSI (Research Science Institute), da MIT (Massachusetts Institute of Technology). Ainda naquele ano, a astrofísica catalã iniciou sua formação superior na Yale University, graças a uma bolsa concedida pela instituição. Em 2019, iniciou seu doutorado em Ciências Planetárias no MIT (em Boston).

Em fevereiro deste ano, Mariona publicou seu primeiro artigo sobre exoplanetas. Os exoplanetas são planetas que, assim como a Terra, orbitam uma estrela, mas fazem parte de outros sistemas planetários. Mais especificamente, o trabalho acadêmico, que pode ser acessado neste endereço, analisa um sistema composto por uma estrela semelhante ao nosso Sol, e formado por três planetas maiores que a Terra e menores que Netuno.

Como seria viver em Marte?

Em trechos publicados no site do canal 324, da Televisió de Catalunya, Mariona Badenas diz que a tripulação era composta por “sete pessoas” que, durante três semanas, simularam como seria morar no planeta vermelho. Em relação à alimentação, a jovem revela que “os alimentos ingeridos eram desidratados”, e que sempre que desejavam sair do espaço onde residiam, precisavam usar um escafandro, um traje completamente vedado para simular a vestimenta dos astronautas. Esse traje, de acordo com a cientista, pesava entre “sete e dez quilos”.

Seja assinante do Aqui Catalunha

Colabore com o Aqui Catalunha
Com a sua doação, na quantia que desejar, teremos condições de melhorar o nosso serviço informativo e, portanto, de te proporcionar uma experiência única em nosso portal de notícias sobre a atualidade catalã.

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha

Compartilhar

Produtos da CatalunhaLivros e outros acessórios digitais

O Aqui Catalunha, em produção com Catalunha Letras, tem uma linha de produtos própria e digital. Confira!