Widget Image
19/09/2021

A arte de construir em meio à destruição informativa

A arte de construir em meio à destruição informativa

Uma recente publicação do Aqui Catalunha sobre o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, estimulou a participação de muitos seguidores, fossem eles a favor ou contra o representante político. Em meio aos comentários, ideias construtivas e ideias destrutivas.

Muitos de nossos leitores não entenderam o que nos levou a publicar a denúncia feita pela Rede Sindical Brasileira Unisaúde contra Bolsonaro ao Tribunal de Haia. Portanto, daremos a devida explicação neste editorial.

Em nossa comunidade de leitores, há um grande número de catalães, e muitos deles têm especial interesse pela atualidade brasileira. Decidimos, logo, apostar em uma publicação semanal sobre o Brasil para os leitores catalães. Os textos, originalmente escritos em português, são traduzidos para a língua própria da Catalunha.

Feita a explicação, vamos ao tema principal.

Pesquisa, filtro e respeito

Em mais de dois anos, o Aqui Catalunha tem se distinguido por ser um portal de notícias independente. Mais do que isso, o Aqui Catalunha se mostra como uma fonte que segue os conceitos mais básicos da educação, da pesquisa e do jornalismo sincero. A missão que temos, que é a apresentar a Catalunha ao mundo da língua portuguesa, é difícil, pois somos os únicos nesse mundo. E, para que isso seja bem feito, apostamos em três bases sólidas:

  • pesquisa
  • filtro
  • respeito

Antes de escrevermos uma notícia, nossa primeira ação é pesquisar. Para contar bem, precisamos pesquisar bem. Uma boa pesquisa precisa ter a segunda base que apresentamos: filtro. Ao longo de mais de dois anos do Aqui Catalunha, e seis anos acumulados de contato e atuação no campo informativo sobre a Catalunha, encontramos milhares e milhares de informações. Entretanto, precisamos fazer uma seleção. A partir dela, investigamos sua cobertura em diversos portais de notícias e fontes de organizações privadas e públicas. Finalmente, produzimos o conteúdo, seguindo a nossa compreensão e bom senso.

Tudo isso é feito em nome do respeito aos nossos leitores, pois queremos que vocês saibam o que acontece. Sabemos, porém, que determinadas notícias não cairão no gosto de todos. Está tudo bem, pois não é nosso objetivo escrever para agradar. Escrevemos para relatar fatos, sejam esses agradáveis ou não para os olhos e a mentalidade de quem os analisa (ou deveria analisar).

Ao não se sentirem agradados pela exposição de determinados fatos, muitos leitores buscam atentar contra a fonte informativa, como tentaram fazer em relação ao Aqui Catalunha. Como dissemos, escrevemos para relatar fatos, e o resultado, que é o texto escrito, é resultado do processo descrito: pesquisa, filtro e respeito.

A reação dessa parte do público leitor pode ser comparada a um incêndio em um edifício conhecidíssimo. Os repórteres noticiam o evento, mas alguns cidadãos resolvem se voltar contra a fonte informativa, como se os repórteres fossem os culpados pelo incêndio.

Uma situação como essa beira o surreal, é quase inconcebível. Entretanto, foi essa a reação à notícia que publicamos. Entendemos que existem opiniões diversas, e elas precisam ser ouvidas. Porém, quando feitas para atacar, após nula análise, nula leitura e nulo raciocínio, temos um problema: a destruição informativa.

Imaginem que vocês tenham um trabalho para apresentar. Um trabalho como aqueles da escola, apresentado em cartolinas. Suponhamos que seja algo sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Durante a apresentação, um grupo de alunos resolve criticar e atacar o trabalho por discordarem das informações nos cartazes, pesquisadas e revisadas por professores. Dizem que é tudo mentira.

A discordância de ideias gera uma oportunidade única para um debate. Nossa publicação gerou bastante insatisfação em uma parte dos nossos leitores. É importante que lembrem do seguinte:

  • O Aqui Catalunha noticiou um fato para o público catalão. Um fato. É preciso que isso seja aceito. Mais uma vez: nos esforçamos para relatar, não para agradar.
  • Sempre informaremos o que está em destaque, seguindo aquele processo rigoroso (pesquisa, filtro e respeito).
  • Isso afetará a sensibilidade de muitos leitores. Porém, nossa independência informativa está acima disso.
  • Em nossa missão de estreitar ainda mais os laços com o povo catalão, notícias sobre o Brasil, relacionadas a diversos temas e pessoas, continuarão a ser publicadas semanalmente.

Mais do que nunca, o Aqui Catalunha continuará a idolatrar a arte de construir em meio à destruição informativa. É assim que entendemos o jornalismo. Cada texto é resultado de um processo exigente, milimétrico, como se estivéssemos construindo uma sólida casa. Uma casa onde caiba o máximo de respeito de todos e para todos. E onde caiba, cada vez mais, a arte de construir, de debater e de finalizar sem ataques.

Somos o Aqui Catalunha, e é assim que nos mostramos ao mundo.

Leitura sugerida (portal O Globo): Camus e a busca por um jornalismo crítico e independente

Colabore com o Aqui Catalunha
Com a sua doação, na quantia que desejar, teremos condições de melhorar o nosso serviço informativo e, portanto, de te proporcionar uma experiência única em nosso portal de notícias sobre a atualidade catalã.

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha

Compartilhar

Produtos da CatalunhaLivros e outros acessórios digitais

O Aqui Catalunha, em produção com Catalunha Letras, tem uma linha de produtos própria e digital. Confira!