Torra: ‘Temos que ser capazes de liderar a revolução digital’

Nessa segunda-feira, o presidente da Catalunha, Quim Torra, participou da 24ª edição do ‘Nit de les Telecomunicacions i la Informàtica’, celebrado no Auditori de Barcelona. No discurso de encerramento do evento sobre telecomunicações e informática, Torra afirmou que a Catalunha “tem que ser capaz de liderar a revolução digital no mundo”. Na semana passada, o tema foi comentado pelo secretário de Políticas Digitais do governo, Jordi Puigneró, quem disse que “a Catalunha será digital, e em forma de República, ou não será”.

Tecnologia e informação digital a serviço do crescimento econômico

Na Catalunha, o número de empresas de TIC (Tecnologia de Informação e Comunicação) teve um crescimento de 27% desde o ano de 2013. Trata-se de um setor que conta com 106 mil empregados, um número que representa 3,1% da população catalã empregada. Uma das estratégias de impulso a esse campo foi a criação da estratégia Smart Catalonia, que tem por objetivo fazer da Catalunha um ‘Smart Country’ de referência internacional, que aproveite o uso da tecnologia e da informação digital para levar inovação aos serviços públicos, fomentar o crescimento econômico, e promover uma sociedade mais inteligente, sustentável e integradora. Apoiando-se sobre esses pontos, Quim Torra destacou a importância que tem o fato de grandes eventos como o Mobile World Congress e o Internet of Things Congress serem realizados na Catalunha.

O presidente catalão também enfatizou a necessidade de estender a presença de fibra óptica em todo o território da Catalunha. Recentemente, o governo assinou um acordo com os líderes das quatro províncias catalãs para que todas as capitais de comarcas estejam conectadas por meio da fibra óptica até 2020, e para que todos os núcleos populacionais tenham acesso à banda larga até 2023.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *