Widget Image
21/09/2021

Quando o Barcelona derrotou o Real Madrid na final das garrafadas

Quando o Barcelona derrotou o Real Madrid na final das garrafadas

Na noite de 11 de julho de 1968, o Barcelona derrotou o Real Madrid por 1 a 0, e ganhou o título da Copa do Rei. À época, o torneio era conhecido como Copa del Generalísimo, nome adotado entre os anos de 1939 e 1976, período correspondente à ditadura liderada pelo general Francisco Franco. O título conquistado pelos catalães, porém, não foi a única notícia destacada da partida: o comportamento de torcedores da equipe da capital espanhola fez com que a decisão entrasse na história futebolística como a final das garrafadas.

Notícia relacionada: O que significa apresentar a história do FC Barcelona?

Por que foram atiradas garrafas contra os jogadores do Barça?

A decisão da Copa del Generalísimo aconteceu no Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid. Para chegar à final, os catalães eliminaram o Atlético de Madrid. A vitória do Barça foi alvo de críticas da imprensa espanhola: segundo elas, o time azul-grená teria sido favorecido pelo árbitro Antonio Rigo. A polêmica seguiu até a final do torneio, já que o responsável por arbitrar o confronto entre Barça e Madrid também foi Antonio Rigo.

Para o jogo, o Barcelona entrou em campo com Sadurní, Torres, Gallego, Eladio, Zabalza, Fusté, Rifé, Zaldúa, Mendonça, Pereda e Rexach. A equipe de Madrid tinha Betancourt, Miera, Zunzunegui, Sanchís, Pirri, Zoco, Serena, Amancio, Grosso, José Luis e Miguel Pérez. Aos 6 minutos do primeiro tempo, o zagueiro madridista Zunzunegui desviou um cruzamento feito por Rifé, e marcou um gol contra. Em desvantagem, o Real Madrid se lançou constantemente ao ataque, mas as tentativas ofensivas não eram boas o suficiente: naquela partida, o sistema defensivo dos catalães funcionava magistralmente.

Com o passar dos minutos, os torcedores do Real Madrid começavam a perder a paciência, e o alvo de sua insatisfação tinha nome e sobrenome: Antonio Rigo. Os madridistas pressionavam em todas as decisões do árbitro, especialmente em jogadas que aconteciam na grande área do time azul-grená. Como nenhum pênalti foi marcado, e os donos da casa não conseguiam ser eficientes, torcedores do time merengue começaram a atirar garrafas de vidro contra os jogadores do Barcelona. Algumas delas eram lançadas depois de terem sido quebradas. O lançamento das garrafas continuou até o final da partida e, por essa razão, os campeões não puderam fazer a volta olímpica. Além de terem sido alvo das garrafadas, os atletas do Barça foram chamados de “perros catalanes” (cachorros catalães). Após a final das garrafadas, passava a ser proibida a distribuição de bebidas em recipientes de vidro nos recintos esportivos.

Seja assinante do Aqui Catalunha

Loja virtual do Aqui Catalunha

Colabore com o Aqui Catalunha
Com a sua doação, na quantia que desejar, teremos condições de melhorar o nosso serviço informativo e, portanto, de te proporcionar uma experiência única em nosso portal de notícias sobre a atualidade catalã.

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha

Compartilhar

Produtos da CatalunhaLivros e outros acessórios digitais

O Aqui Catalunha, em produção com Catalunha Letras, tem uma linha de produtos própria e digital. Confira!