Festa do futebol em Girona: Catalunha 6 – 0 Jamaica

Após três anos sem jogar, a seleção catalã de futebol ofereceu uma grande tarde aos seus torcedores: Catalunha 6 - 0 Jamaica

Catalunha 6 – 0 Jamaica, um resultado que, inicialmente, não era esperado. Entretanto, três anos depois da última partida, contra a Venezuela, a seleção catalã de futebol tinha vontade de deixar seus torcedores orgulhosos. Certamente, o objetivo foi alcançado.

Vale a pena ler: Quando Catalunha enfrentou o Brasil de Ronaldinho Gaúcho em 2002

Início trepidante, primeiro gol da Catalunha

A seleção catalã, comandada por Gerard López, entrou em campo com os seguintes jogadores: Edgar Badia; Mingueza, Sergi Gómez, Marc Bartra e Àlex Moreno; Riqui Puig, Oriol Romeu e Carles Aleñá; Cristian Tello, Gerard Deulofeu e Marc Cucurella.

O domínio inicial catalão não demorou para ser materializado em gols. Aos três minutos, o atacante Gerard Deulofeu inaugurou o placar depois de aproveitar um mau passe de um zagueiro jamaicano ao goleiro.

O bom ritmo de jogo foi mantido ao longo do primeiro tempo e, aos 29 minutos, depois de algumas oportunidades perdidas pela equipe catalã, Gerard Deulofeu marcou o segundo gol da tarde, aos 29 minutos, culminando uma jogada iniciada por Riqui Puig, meio-campista do FC Barcelona.

Enquanto os torcedores da Catalunha vibravam na arquibancada (6.124 pessoas assistiram à partida no Estadi Montilivi), a Jamaica não conseguia ameaçar a seleção da Catalunha, que buscava aumentar a diferença no resultado e manter seu bom ritmo. O prêmio chegou aos 33 minutos, por meio de um cabeceio impecável e potente do zagueiro Marc Bartra, após cruzamento de Cristian Tello.

A goleada parcial contra a Jamaica, que se prepara para disputar a Liga das Nações da CONCACAF, e ocupa, atualmente, a 64ª colocação na classificação da FIFA, aumentou aos 45 minutos do primeiro tempo. Novamente, Gerard Deulofeu. O ex-atacante do Barcelona aproveitou uma brilhante assistência de Carles Aleñá, em uma jogada iniciada por Àlex Moreno e continuda por Riqui Puig.

Menos fluidez no segundo tempo e mais dois gols da Catalunha

O segundo tempo, como não poderia ser de outra maneira, começou com algumas mudanças na seleção da Catalunha. Uma delas foi a saída do autor de três gols na tarde, Gerard Deulofeu, que foi substituído por Ferran Jutglà, atacante do FC Barcelona.

Embora os jogadores da Catalunha tenham tido muito pouco tempo de treino, e estejam finalizando a temporada, havia muita vontade de continuar o festival de gols no segundo tempo. Nesse sentido, a menor fluidez no jogo e a maior participação da Jamaica no jogo não impediram que a Catalunha marcasse mais dois gols.

O quinto gol da Catalunha foi marcado por Ferran Jutglà, que havia mandado uma bola à trave dois minutos antes. O atacante do Barça, que deverá ser vendido, marcou seu primeiro gol com a equipe nacional. A assistência partiu da esquerda, por meio de Javi Puado.

E, para acabar a festa em Girona, a seleção catalã conseguiu marcar o sexto gol da tarde. Javi Puado, derrubado na grande área, aproveitou bem o pênalti, e mandou a bola à direita do goleiro. A título de curiosidade, Javi Puado completou 24 anos nessa quarta-feira.

Fim de jogo, e mais uma vitória da Catalunha como uma seleção que, devido à sua atual configuração política, não pode disputar competições oficiais de futebol.

Vale a pena ler: Por que Catalunha e Espanha não podem jogar como Escócia e Inglaterra?

Vale a pena lembrar que os jogadores Gerard Piqué, Sergi Busquets e Jordi Alba não foram convocados para a partida da seleção catalã por estarem na Austrália. Nessa quarta-feira, o FC Barcelona disputou um amistoso contra o A-League All Stars, que terminou com vitória azul-grená por 3 a 2.

Maior goleada da Catalunha desde 1927

A vitória por 6 a 0 da Catalunha contra a Jamaica foi a maior da seleção catalã de futebol desde 1927. Naquele ano, em 16 de junho, a seleção catalã goleou a seleção de Bruxelas por 9 a 0. A partida foi disputada no estádio de Les Corts, em Barcelona.

Na história de jogos de futebol da seleção da Catalunha, os destaques são os confrontos contra o Brasil e a Argentina.

 

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Cadastre-se para receber as novidades do Aqui Catalunha