Barça goleia Manchester e está nas semi-finais

Festa na Catalunha e em todos os cantos barcelonistas ao redor do mundo. Com dois gols de Messi e um de Coutinho, Barça goleia Manchester, e se classifica para as semi-finais da Champions League. Agora, o time catalão aguarda o vencedor da partida entre Liverpool e Porto. Nos últimos doze anos, essa será a oitava participação do Barcelona na próxima etapa do torneio.

Notícia relacionada: Barcelona vence o Manchester United no Old Trafford

Barça goleia Manchester, e Messi volta a marcar

Os dois gols de Messi dão ao argentino a liderança isolada na artilharia da Champions, com 10 gols. Seu principal rival, Cristiano Ronaldo, já não poderá alcançá-lo: a Juventus foi eliminada pelo Ajax. Antes das participações decisivas de Messi, porém, os ingleses ameaçaram a tranquilidade azul-grená. Um disparo de Rashford no travessão deu mais emoção à eliminatória, mas os momentos de perigo logo passaram. Aos 15 e aos 19 minutos, Messi perfurou a rede defendida por De Gea, e pôs o Barça em uma vantagem ainda mais cômoda. O craque de Rosario não marcava nas quartas-de-finais da competição desde 2015 – coincidentemente, o ano em que o Barcelona conquistou a tríplice coroa.

Notícia relacionada: Barcelona e Manchester United: o duelo da Champions

Coutinho volta a comemorar com um golaço

O segundo tempo começou com claro domínio catalão. A equipe de Valverde queria evitar qualquer tipo de susto, e se impôs ao Manchester da melhor maneira possível: tendo a posse da bola, liderada por Messi. O gol da tranquilidade chegou aos 61 minutos, a partir de um formidável e inalcançável disparo à grande distância de Coutinho. O brasileiro, ultimamente criticado por sua torcida, celebrou seu golaço olhando para os torcedores, e tapando os ouvidos. Até o fim da partida, o Barça seguiu criando perigo, mas sem êxito. Com um agregado de 4 a 0, o Barça está na semi-finais depois de quatro anos.

A lembrança mais recente dos Barça nas semi-finais

Em 2015, ano do último título do Barça na Liga dos Campeões da Europa, o rival nas semi-finais foi o Bayern München, dirigido por Pep Guardiola. Para sempre ficará na memória o desconcertante drible de Messi em Boateng.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *